LÍGIA GUERRA

Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

* Lígia Guerra*

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Mulher Desbocada


Seja desbocada ou reservada; 
Seja apegada ou minimalista; 
Seja tempestade ou brisa; 
Seja bagunçada ou organizada; 
Seja fogo, seja terra , seja mar, seja ar... 
Seja tudo junto e misturado. Seja obra original. 
Seja o desencaixe onde todos querem se encaixar. 
Seja sem medo de ser! 

Um dos maiores desafios que enfrentamos nas nossas vidas... é a belíssima obra de arte de nos tornarmos nós mesmas! 

Lígia Guerra* 🗝




Frustrações e Descartes. 🗝


 Uma reflexão sobre a 
fragilidade das relações. 

 *Lígia Guerra*♥️🗝


A maior forca de todas!!!


Uma reflexão sobre lidar com a realidade para que você consiga se reconectar com a maior força de todas... A SUA!!! 

*Lígia Guerra* 🗝🌟


Uma reflexão sobre a nossa DIVINDADE!!!


segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Você é a RAINHA!!!



De que adianta conquistar liberdade; 
Batalhar pela independência financeira;
Malhar e fortificar o corpo;
Vender uma imagem de autonomia...

Se tivermos a sensação de que crescemos por fora, mas não por dentro?

Se continuarmos nos desculpando por atitudes arbitrárias e invasivas de outras pessoas?

Se suportarmos comportamentos abusivos dos nossos pares?

Se fraquejarmos diante das línguas ferinas?

Como delimitaremos fronteiras e margens para os demais se nós mesmas desconhecemos o mapa da nossa alma? 

Eu não posso ensinar uma pessoa chegar a um caminho que eu mesma desconheço. A primeira pessoa que precisa me respeitar, SOU EU. 


Precisamos aprender a anunciar: “ - Ei! Não passe dessa linha! Eu não permito. Eu não lhe dei essa liberdade.” 

Todo relacionamento, amoroso ou abusivo, conta com a palavra consentimento. Não adianta delegar as nossas responsabilidades, pois quem se sente invadida é que precisa fortificar as defesas, erguer os muros e instalar novos portões. 

De que adianta o seu jardim psíquico ser rico se você permite que qualquer um trafegue sobre ele e pise nas suas flores?! Até um jardim, para ser lindo, terá que ser protegido de possíveis invasores. Já reparou como são os jardins dos grandes palácios? 

Eles são imensos e não facilitam os acessos das suas entradas. Isso acontece porque eles protegem as suas preciosidades. Trate-se da mesma forma. 

Não abra os portões do seu mundo para qualquer um. Aprenda a observar quem de fato merece ser recebido. 

No seu palácio emocional não se comporte como escrava. Lembre-se! 
Você é a RAINHA!! 

* Lígia Guerra* 🗝



Quem sabe você ainda não tenha claro para onde está caminhando... algumas novas trilhas só se revelam no momento em que trocamos de rota. 

Talvez, nesse momento, o mais importante seja você ter certeza para onde não pretende voltar. Essa decisão é que lhe permitirá chegar onde os olhos físicos ainda não alcançaram, mas onde os olhos da intuição já repousaram confiantes. 

Siga o seu sol interior! 

*Lígia Guerra* 🗝




terça-feira, 21 de janeiro de 2020

♥️ PLÁGIO AFETIVO ♥️



Entre chegadas e partidas... 
Como se comportar diante do amor? 
Como identificar se ele é verdadeiro? 

 *Lígia Guerra* 🗝 


Siga o meu Instagram @ligiaguerra.psicanalista 

Conheça o meu site : www.ligiaguerra.com.br

Increva-se no meu canal do YouTube:
https://www.youtube.com/user/ligiaguerra11

Lígia Guerra saiu do "Encontro" com Fátima Bernardes!!!


Com o mesmo respeito que tive de comunicar a vocês, meus seguidores, que aceitei o convite para somar forças com o time do “Encontro”, hoje comunico que decidi me desligar. Foram seis anos de muito aprendizado e crescimento. 

Sou grata à Fátima e a todo o time do “talk show”. Eu já era comentarista de Rádio e TV em jornais, mas o entretenimento é bem diferente e foi uma experiência de extremo crescimento emocional e profissional. 

Quero agradecer você que me acompanhou nesse segmento durante esses seis anos e dizer que a minha forma de trabalhar com vocês mudará em 2020. 

Novos rumos... com olhares ainda mais atentos diante dos MEUS objetivos diante da vida, da minha forma de comunicar e com os assuntos que eu sinta como importantes na minha carreira  de psicanalista e para o público que me segue.

*Lígia Guerra* 🗝

domingo, 29 de dezembro de 2019

Rótulos? Porrada neles!!!


Se você é inteligente, é uma ameaça. 
Se é bem sucedida, é questão de sorte e não de competência. 
Se é gordinha, é uma baleia. 
Se é magra, é anoréxica. 
Se é linda, é burra. 
Se for taxada de feia, é sobra. 
Se quiser casar, é desesperada. 
Se não quiser casar, é predadora. 
Se quiser ter filhos, é descomprometida com a carreira. 
Se não quiser ter filhos, é egoísta. 
Se gosta de sexo, é vagabunda. 
Se não tiver descoberto o prazer, é geladeira. 
Se tiver opinião, é mandona. 
Se for tímida, é insossa. 
Se tiver ambição, é interesseira. 
Se quiser adotar uma vida simples, é alienada. 
Se gosta de cuidar da casa e da família, é mulherzinha. 
Se não gosta das atividades do lar, é uma porca. 
Se for religiosa, é beata. 
Se for questionadora, é bruxa. 
Se rir alto, é escandalosa. 
Se não rir, é mal humorada. 
Se for solteira, é encalhada. 
Se for casada, é certinha. 
Se for separada ou viúva, é concorrente. 
Se for alegre, é fingida. 
Se for discreta, é antipática.

Só para lembrar...

Não somos produtos. 
Não somos embalagens. 
Não somos objetos. 
Não somos rótulos. 

Repense nos julgamentos que você recebe. 
Repense nos julgamentos que você faz. 
Todos eles, de uma forma ou de outra, respingam em todas nós. 

Você não nasceu para usar roupa emprestada. 
Nasceu para se vestir de si mesma! 

*Lígia Guerra* 🗝

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Sobre o Germinar de Alguns Divórcios...


Nem todo divórcio diz respeito ao término de um relacionamento amoroso. 

Nós podemos nos divorciar de um estilo de vida, deixamos de comer ‘fast food’ e passamos a nos alimentar com comida de qualidade. 

Nós podemos nos divorciar de um trabalho que só paga as nossas contas para buscarmos por realização emocional e profissional. 

Nós podemos nos divorciar de famílias tóxicas para vincularmos com pessoas amorosas. 

Nós podemos nos divorciar de pessoas rasas para compartilhar a vida com pessoas profundas. 

Nós podemos nos divorciar de situações que se esvaziaram porque nós nos completamos interiormente. 

Nós podemos nos divorciar de convivências sabotadoras porque nos tornamos saudáveis. 

Nós podemos nos divorciar dos nossos medos porque nos agigantamos diante das nossas coragens. 

Nós podemos nos divorciar de nós mesmos, de quem não desejamos mais ser, de padrões que não queremos repetir, para dar espaço a um novo ‘eu’ gostoso de SER e de SENTIR. 

Nós podemos nos divorciar da opinião do mundo porque nos casamos com nós mesmos. 

Nem todo casamento é bom. 
Nem todo divórcio é ruim. 
Nem toda companhia é preciosa. 
Nem toda solidão é angustiante. 

Entre chegadas e partidas aprendemos sobre a vida, sobre os outros e principalmente sobre nós mesmos. Descobrimos força , garra e talentos inimagináveis no nosso mundo interior!!! 

*Ligia Guerra*

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Pessoas são como Alimentos...


Falar mal e andar junto... 
Permitir relações abusivas... 
Achar a pessoa insuportável e forçar amizade... 
Perceber a inveja alheia e contar a intimidade... 

De quem é a responsabilidade, do outro ou nossa? 

Não adianta abrir a porta para o assaltante emocional e depois reclamar que ele roubou a sua casa. 


Reveja as suas posturas. 


Seja educado, mas não seja tolo. 


*Lígia Guerra* 🗝


Primavera em Curitiba...


Primavera em Curitiba...
Que céu... 
Que azul... 
Que verde... 
Que luz... 
Que energia... 
Que 🎵Música!!! 

Fazia muito tempo que eu não ouvia tantos pássaros 🦅 em coro... 🎶 

Primavera é isso... Vida faceira pulsando por todos os lados... 

Viver é uma dádiva e ter consciência disso é uma enorme conquista! 

Que saibamos ver, sentir e agradecer tudo que somos, tudo que temos, tudo que compartilhamos. 

Que aprendamos a reclamar menos e a reconhecer mais. 

Que saibamos enxergar o valor das coisas sem precisar perdê-las para isso. 

Que o chão sob os nossos pés tenha motivos para aplaudir os nossos passos. 

*Lígia Guerra* 🗝🎶🧡




Coroa...


Dizem por aí... “Não trate como feed quem lhe trata como stories”. Super concordo.

Rainha que é rainha sabe muito bem qual lugar quer ocupar no banquete da vida! 

Sabe o valor da coroa que carrega. 

 *Lígia Guerra* 🗝👸🏼


terça-feira, 12 de novembro de 2019

Tudo nessa vida é sobre o amor...

Se você reparar bem... 

Tudo nessa vida é sobre o amor. 

O amor que falta. 
O amor que sobra. 
O amor que abandona. 
O amor que não entende. 
O amor que não sabemos ofertar. 
O amor que não sabemos receber. 
O amor que sonhamos viver. 
O amor não correspondido. 
O amor negligenciado. 
O amor que salva. 
O amor traído. 
O amor resgatado. 
O amor que chora com a indiferença. 
O amor que sorri com o gesto inesperado. 
O amor adoecido. 
O amor saudável. 
O amor que foi embora. 
O amor que retorna. 
O amor que nos faz rir pelas lembranças. 
O amor que dói de saudade. 
O amor que nos devolve para nós mesmos. 

São tantos amores, tantos momentos, tantas vivências... falamos tanto do amor e ainda amamos tão pouco. Enquanto continuarmos buscando por amores perfeitos, continuaremos abraçando ilusões e tendo saudades do que poderia ter sido. 

O amor troca os seus passos em uma estrada muito além do que as palavras possam definir. 
O amor nunca está onde o procuramos. 

Ele está na desconstrução de um sentimento ideal. 
Ele está no imperfeito. 
Ele está no espaço em que a minha humanidade toca a humanidade do outro. 

*Lígia Guerra* 🗝