Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 26 de junho de 2011

Ofertado...

Quem pede amor...
Não entende nada de amor.
O amor só pode ser ofertado, jamais solicitado.

- Lígia Guerra -

2 comentários:

Senhor Geninho disse...

Concordo. O Amor perde o sentido se não for espontâneo, altruísta. Quem o pede está a transformá-lo numa obrigação...

Júlio César disse...

Dois olhares, dois destinos, dois cheiros, dois calores, dois desejos,
mas um só caminho! assim é o amor!