Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Força...


O que revela a nossa força não é sermos imbatíveis, incansáveis, invulneráveis. É a coragem de avançar, ainda que com medo. É a vontade de viver, mesmo que já tenhamos morrido um pouco ou muito, aqui e ali, pelo caminho. É a intenção  de nós mesmos, por maior que às vezes seja a tentação. São os gestos de gentileza e ternura que somente os fortes conseguem ter.


- Ana Jácomo -

2 comentários:

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Uauuuu!!!amiga arrasouuu...!!!belo texto de Ana Jácomo...ela é demais...!!saudades de andar neste seu cantinho todo inspirado...hehehehe!!!bjus doces!!

Francisco Elui disse...

Bom dia! Concordo com Ana Jácomo, 100% .
Foi o sofrimento de meus dias, que transformaram esta vida.
Hoje alguns não entendem, o porque dos meus risos e colocações, em assuntos as vezes muito sério.
Simples, simples... UMA SORRISO, ABRE AS PORTAS, AS JANELAS SE ABREM DE BRINDE, JUNTAMENTE AGREGADAS A CORTESIA.
E brincanado com uma meia duzia de palavras, vem uma poesia.
E quando chega com doçura, reabre até a melhor melodia.

Ligia boa semana.
Aqui em Maceio. Tem sol, trinta graus.
Feliz estadia ai com os Hermanos.

Grande bj. Guria.