Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Livro "Amor Sustentável".


Quantas pessoas afirmam ter desistido de acreditar no amor porque foram feridas demais? Mas será que essas mesmas pessoas perceberam que a questão não é desistir de amar, mas mudar de posicionamento? 

Existem muitas outras pessoas feridas nesse mundo e que também desejam curar a si mesmas e compartilhar desse processo curativo com alguém que não tenha desistido de amar. Ao contrário do que muitos defendem por aí... 

Acredito que duas pessoas fragilizadas possam sim, somar forças, sonhos, resgatar a alegria de viver e fazer com que dois corações voltem a bater fortes novamente. 

Se formos esperar que tudo seja perfeito para voltarmos a amar, talvez estejamos procurando uma ilusão e não um relacionamento. Não somos objetos para ser consertados, somos almas que se sustentam em um processo de crescimento íntimo. Isso é amor! 


*Lígia Guerra* 


Nenhum comentário: