Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 16 de maio de 2017

Autorrespeito...



Em uma época em que uma gota de opinião pode se transformar em um mar de tempestades… ‘Segurar a língua’ se tornou um mantra que nos poupa de enormes dissabores. 

Criei para mim um modo de diálogo que compartilharei com você, troco as minhas ideias mais preciosas com aqueles que me fazem pensar. Não procuro por pessoas que concordem comigo, gosto de gente que me tire do lugar comum, escute, pergunte e acrescente. Adoro um bom papo! 

Porém, acrescentar é diferente de agredir e fazer pensar é diferente de impor. Aprendi que bons amigos me amam por ser quem sou, não por pensar igual. Mas muito antes de aprender isso com eles, aprendi a respeitar a mim mesma. 

Autorrespeito é uma forma de exorcizar a ansiedade que tiraniza todos aqueles que vivem para agradar. É conquista de saúde mental !!! 


* Lígia Guerra *


Nenhum comentário: