Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Mulheres às Av3ssas na Rede Globo...


Racismo é uma espécie de lixo emocional que intoxica tanto quem o emite como quem o recebe. Uma sociedade que acumula lixos destrói o seu equilíbrio, o seu meio e a sua capacidade de crescer plenamente.

O nosso país precisa criar a consciência de que o racismo não é um desvio psicológico que ‘pertence’ a algumas pessoas. Ele é um problema social extremamente enraizado e adubado por muita ignorância.

Ao contrário do que acreditam alguns, a condenação pelo crime de racismo não é uma forma de punir brancos. Há racismo também de negros contra negros, mestiços contra negros, brancos e mestiços, negros contra brancos… O racismo também se camufla entre preconceitos regionais, estéticos, de classe ou de religião. É ardiloso.

Independente do "alvo", ele afasta pessoas, destrói laços e alimenta hostilidade. É um dos nossos piores lixos sociais!!!

Consciência, educação, empatia e afetividade são os antídotos poderosos que possibilitam a real transformação dessa realidade que deve se tornar um passado distante. Bem distante.

- Lígia Guerra -





Nenhum comentário: