Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Recordei...

Ainda ontem reli o trecho de uma dedicatória: 
‘Para quem aspira ser um pássaro...’

Recordei, uma vez mais, daqueles olhos líquidos banhados de amor. 
Quase me afoguei na saudade.
Quase me fiz pássaro e voei até ele. 

 - Lígia Guerra -


Nenhum comentário: