Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Hermeticamente...


Sinto sede de céu. 
Tenho fome de infinito. 
Desencaixoto sonhos. 
Embrulho lembranças. 
Realizo desejos. 
Disfarço tristezas. 
Canto alegrias. 
Carrego hermeticamente 
meu grande amor!
Meu coração é um cofre de segredos. 
Meus poemas são seus sussurros. 

 - Lígia Guerra -

Nenhum comentário: