Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 14 de julho de 2013

J'Arrive A Toi...

Tenho que chegar a Você!
Manquer...


Um comentário:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Porque? No universo, sábio seria, se aprender ler a natureza, uma ave assim dizia!
Vá, olhe, não pense. E como talvez uma criança, aprenda e guarde é tua herança.
Sonhar, vivo, entro nesse sistema, muito embora, pessoas a vida é mais que um teorema.
Cálculos para tudo e fecham do mais importante.
O abraço o beijo o sorriso, abre portas e janelas.
Vida para que te quero, se não poder olhar os olhos delas.
Todos que chegam até mim, é o início, sem ter fim, sabem que encontraram a morada, onde se vive a sonhar e no próximo amanhecer, de onde vieram, jamais conseguirão lembrar.

Boa noite!

Francisco Eluí Ferreira Terres