Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 23 de junho de 2013

Gosto...


Eu quero ser jovem! 
Ter 82 anos com uma alma linda dessas!!! 
Quero gente que faça acontecer 
ao invés de só reclamar. 
Não suporto a autopiedade de alguns que só sabem falar 
sobre desgraças, dores e dificuldades. 
Não quero saber quem morreu. 
 Gosto de saber sobre quem viveu bem! 
Quero gente que me abrace e diga: 
Nós vamos passar por isso JUNTOS!
Gosto dos que fazem piadas sobre mim e riem comigo. Divirto-me!
Gosto de gente que é gente. 
Gente que ri. Chora. Erra. Desculpa-se.
Não quero gente perfeita. 
Essas minhas neuroses eu deixo para 
a organização da minha casa, 
do meu guarda-roupas 
e para a minha agenda 
que respeita os compromissos alheios. 
Gosto de gente de verdade. 
Gosto de gente que se expõe sem medo de crítica. 
Gosto de gente que se acha bonita porque está bem consigo mesma. 
Admiro quem pensa com a própria cabeça, pois isso desafia o crescimento. 
Gosto da Joana, da Margarida e da Maria. 
Gosto das mulheres que não vivem aprisionadas em seus castelos de ilusão. 
Gosto do José, do Pedro e do João. 
Gosto dos homens que não tem vergonha de chorar por amor e de lutar pelo que sentem. 
Gosto dessa senhora da foto. 
 Adoraria poder lhe dizer: 
Você é linda! Inspiradora! Uma musa da verdade! 
Gosto do autoconheimento sofisticado.
Gosto das atitudes simples. 
Gosto. 

 - Lígia Guerra -


Um comentário:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Bom dia!

Boa semana! -)

Amém!

Agradeço ao meu Deus, pelo exemplo que, dispensa qualquer comentário.
Estamos no caminho certo.

Abraços.

Francisco Eluí Ferreira Terres