Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Sensações únicas...



Nade no fogo 
Respire na água
Incendeie na terra 
Caminhe no ar...
Entregue-se a sensações únicas
Delicie- se com a sua existência
Afogue-se em sinestesia
Apaixone-se  pelo amor
Dance entre as suas emoções!

- Lígia Guerra -

2 comentários:

Debby disse...

Sem comentários
Lindo maravilhoso, perfeito...
Como tudo que você escreve...

Bjs
Debby :)

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Nas horas que chego aqui, confesso o que sinto e vejo.
Envolvido nos teus braço, tenho carinho e beijo.
Sem entender certas coisas, ainda consigo sentir, tua energia indica a direção para ir.
E de degrau em degrau, indica mais um luau, com início no momento.
São sonhos que junto vivemos e neles nos encontremos passeando no firmamento.
E nesta hora tu sorri, quando em teus lábios eu li, que me pedes em casamento.
Enfim são minhas viagens que me tiram do marasmo, com todas essas aventuras, conservamos nossas almas pura, e com permanente entusiasmo.
Parecendo até uma réplica do Roberto e do Erasmo, sendo assim, jamais chegaremos ao fim nas vidas sempre presente,pois sempre algo me diz continue vá em frente. E quanto mais eu escrevo mais fértil fica minha mente. Sempre é mais um motivo, pois você é meu ar puro e muito mais inteligente.
E para completar este sonho, neste momento proponho, me acorde, com mil e um beijos ardente.

Bom dia

Francisco Eluí