Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Mulheres às Av3ssas na Rede Globo...

Qualquer tipo de dependência afetiva é patológica, não é motivada por causas nobres, tais como amor, admiração ou cuidado. Só se admite a dependência da criança com a mãe e, assim mesmo, até certo ponto. A mulher ou o homem grudentos são antes de tudo imaturos, transmitem a idéia de inexistência, fazem tudo para agradar, até se despersonalizar. Isso não gera admiração em seus parceiros, mas angústia, vontade de fugir. Reflita comigo sobre o tema.

Nenhum comentário: