Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Talento

Eu tenho que confessar...
Não possuo nenhum talento para tristeza!

- Lígia Guerra -

Um comentário:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Momentos somente nosso, que não existe na matemática.
São leves e de alegria, não requer, nada de prática.
São eles igual perfume, que não se materializa.
Só sei que vou e volto, porque minh'alma precisa.
Sorrindo nos encontramos, sem medo e sem juízo.
E em todos eles, sabemos que foi sempre sem aviso.
De vez em quando sempre volta, e lembra que sempre preciso.

Francisco Eluí