Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Mulheres às Av3ssas na Rede Globo...

Você é uma pessoa Desapegada?
Como está o seu autoconhecimento?
Reflita comigo e avalie-se!

Um abraço,
Lígia Guerra

Um comentário:

Fernando Azevedo disse...

Muito bom o tema da semana, Lígia. Vou refletir com muito carinho sobre o assunto, desde as pequenas coisas do dia-a-dia as grandes decisões. Como estou nesse quesito? vou me autoavaliar.
Não é raro ouvirmos que de certo só existem duas coisas: o desencarne e a incerteza. Na escolaridade terrena estamos mergulhados na diversidade e transformações. Mas mesmo assim sofremos quando algo não ocorre da forma que queremos. Primamos pela certeza, quando na verdade a física quântica está ai pra nos ensinar sobre incerteza (e probabilidade). Devemos aprender a lidar com a diversidade. Nao quero dizer com isso que nao devemos planejar, mas que sábio é aquele que tira o melhor ensinamento ante os desafios; Que constrói lindo jardim de flores, laborando a terra em que foi plantada sementes de dificuldades.
Que possamos compreender e sermos compreendidos. Que possamos nos libertar das amarras do egoísmo e orgulho. Que possamos ser Luz.
grande Beijo