Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Verdade...

Nunca gostei de santas nem de princesas,
Gosto de gente que sofre e ri de verdade.

- Lígia Guerra -

6 comentários:

AC disse...

Gosta de gente na verdadeira acepção da palavra.

Bjs

Fotokarusellen disse...

Beautiful, just very beautiful. Wonderful work.

Rita disse...

Viver e vivenciar nossas verdades de forma genuína: SER inteiro!

Bibiana Benites. disse...

Lígia, que espaço maravilhoso esse teu! Nem imaginas a alegria que senti ao ler tuas palavras no "Enttreaspas".

Pode parecer clichê, mas costumo dizer que me sinto realizada quando encontro pelo caminho pessoas que sentem e pensam iguais a mim.

Não existem palavras que possam traduzir essa sintonia. Essa 'coisa' que toca aqui, toca aí dentro também... Existe forma mais bonita de se comunicar do que por meio da alma?!

Então flor, te desejo boas-vindas a esse universo.

Volte sempre!

Beijos meus.

Quem Casa quer Casa disse...

Oi, LI!!
Adorei e concordo... As pessoas devem ser verdadeiras... viver a vida sem pensar no que as outras pensam...

BJS

Senhor Geninho disse...

A nossa verdadeiras essência está no conjunto dos defeitos e das virtudes, nas emoções que transmitimos, no que partilhamos... O SER é isto mesmo, espírito, alma...