Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Experiências...

Eu não sou apenas sorrisos.
Tenho dias de muita dor,
Dias em que perco a fé,
Momentos de insana tristeza,
Horas de profundo desespero.
A única diferença é que 
eu nado nesses sentimentos,
Não tenho por hábito afogar-me neles.
Sou daquele tipo de pessoa que não 
se enxerga como vítima da vida.
Simplesmente compreendo que 
preciso viver todo o tipo de experiência,
E o sofrimento é apenas uma delas.

- Lígia Guerra -

5 comentários:

placco araujo disse...

Doce Lígia... aqui você respondeu à minha indagação feita num destes seus posts, mas que eu não o revi...apesar da alegria de viver irradiada por você quase o tempo todo, também deve ter seus momentos de insana tristeza, como descreve, mesmo porque, alguém com sua sensibilidade deve se decepcionar com algumas características dos que estão ao nosso redor, mas aceitá-las deve ser um exercício de auto-análise, pois enxergamos nos outros os nossos maiores temores..virtudes

Ainda bem que também enxergamos nossas melhores virtudes.



Um beijo neste coraçãozinho guerreiro..

Fotokarusellen disse...

I like your words very much. Beautiful work.

Fernanda Barcellos disse...

Oiii

Que lindo aqui.

Eu também nado em meus sentimentos.

Beijos

Fernando Azevedo disse...

Muito lindo e verdadeiro Lígia. Obrigado por estar no meu caminho.
grande beijo

Senhor Geninho disse...

A vida é feita de fases e de ciclos que incluem todo o tipo de vivências, boas ou más. É tudo isso que faz aquilo que somos, que nos molda como seres humanos.
Em tempos, quase me afoguei. Hoje nado com colete salva vidas! ;)