Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Quem quiser...

Hoje eu enlouqueci
era a minha última chance. 
Então escrevi entrelinhas
virei uma licença poética. 
Quem quiser saber sobre 
mim que abra uma garrafa 
de vinho ou um livro da Clarice. 
Quem quiser me encontrar que 
aceite o DEVANEIO, 
A INSENSATEZ e 
A LUXÚRIA. 
Quem quiser saber por quê... 
Já me perdeu de vista!

- Marla de Queiroz -

Um comentário: