Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Despertar...

Tudo é questão de despertar sua alma...

- Gabriel García Marquez -


5 comentários:

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Lígia,
Desperto a minha sempre aqui, eu que soul fã de García Marques há cem anos-luz de solidão em boa companhia...

Abraço de mim das Minas de Drummond,
Pedro Ramúcio.

Poemas e Amizades disse...

Oi Lígia, boa noite!!
Discordar de García Marquez seria quase um crime, contudo me ocorreu algo como isto:
Mas... Quem despertará a alma, se é a alma quem nos desperta?!
O corpo?! Mas o corpo é apenas uma casa deserta,
se a alma nele não vive e não clama
livrevente...
Não, querida, é a alma, a alma é quem desperta a gente...
Um beijo carinhoso
Marcelo Bandeira

Poemas e Amizades disse...

Oi Lígia, boa noite!!
Discordar de García Marquez seria quase um crime, contudo me ocorreu algo como isto:
Mas... Quem despertará a alma, se é a alma quem nos desperta?!
O corpo?! Mas o corpo é apenas uma casa deserta,
se a alma nele não vive e não clama
livrevente...
Não, querida, é a alma, a alma é quem desperta a gente...
Um beijo carinhoso
Marcelo Bandeira

Celia na Italia disse...

E aí sai da frente >)
Um abraço e um ótimo final de semana!

Emilio J. Pazos Brenlla disse...

Márquez, un gran escritor que espertou a miña alma, e vexo que a tí tamén. Viva Márquez.