Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

No espaço do talvez...


“Se a pessoa é incapaz de levantar um dedo para ter você na vida dela... Então chegou a hora de você levantar os seus cincos dedos e dar tchau!” 

Existem momentos dolorosos que nos cobram decisões. Mas a pior dor é a da vida desperdiçada. No espaço do talvez o amor não respira, apenas o egoísmo sobrevive a ele. Não se alimente das migalhas do "quem sabe". 

Você merece se fartar no banquete da certeza com o delicioso tempero da reciprocidade que te ama por inteiro. 

- Lígia Guerra -


Nenhum comentário: