Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 31 de maio de 2016

Um texto lido poderá ser relido...


Que a nossa autenticidade não nos torne cruéis. 
Que a nossa empatia não nos torne manipuláveis. 
Que nesse mundo de cegos emocionais saibamos enxergar essências. 
Que saibamos ofertar uma segunda chance para nós mesmos e para aqueles que merecem. 
Que sejamos fortes nas nossas fraquezas. 
Que sejamos humildes diante das nas nossas convicções. 

Porque o amanhã poderá mudar as certezas do hoje. 
Compreenderemos então, que um texto lido poderá ser relido…  Com outros olhos, outro compasso, outro sentido. 
Perceberemos que tristemente desperdiçamos muitas relações. 
Mas que ainda assim poderemos amar para sempre as lições. 

- Lígia Guerra -



Um comentário:

Eline Hudie disse...

Boa tarde amiga! É, creio que posso chama-la assim... Pois foi num momento crucial em minha vida, que li suas postagens... E eles foram um verdadeiro bálsamo, acalanto para o que estava passando, e fazer com que eu entendesse aquele momento que eu estava passando... Peço, infinitamente que Jesus lhe abençoe com este dom maravilhoso, que você mesmo relata, sua paixão pela leitura... Um dia,quero muito conhecê-la pessoalmente, assistir sua palestras....
Mas, suas postagens ainda me inspiram que tudo têm solução, ainda cuidando de minha saúde mas confiante que dias melhores estão por vir!
Abraços fraternais,de quem muito lhe admira...


Eline