Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 29 de março de 2016

Quadro: Confusões a 2. Soluções a 3.




Relacionamento Ioiô: O que fazer? 

Fica entre o sobe e o desce de uma corda bem curta e tensa que não evolui para outros caminhos, não se reinventa , não cria raízes, não cresce. Por mais especialistas que sejam algumas pessoas no uso do ioiô, por mais malabarismos que saibam fazer com ele, sempre continuarão no mesmo lugar e a corda se enrolará em si mesma, em um eterno retorno sobre o nada. É a relação composta por dois “eus”… Onde o ‘nós’ jamais é conjugado, gerando uma simbiose destrutiva para ambos. Entenda esse processo e reflita comigo sobre o que fazer. 

- Lígia Guerra -




Nenhum comentário: