Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Brotou!!!



2016 nasceu com toda a sua força.
Da profundidade das suas raízes… Brotou!!!
Chegou o momento de germinarmos com ele.
Renascermos com essa nova oportunidade.
Ressurgirmos da terra dos nossos plantios…
Com sementes nas mãos e asas nos pés.

- Lígia Guerra -


2 comentários:

Julian Maike disse...

Oi adorei esta pastagem,gostaria de renascer neste novo ano,realmente já era hora de viver.logo o um mesmo início novamente então seria mais uma vez hora de viver.mas acho que meu relógio está atrasado.é errado ja basear o futuro,mas um mesmo começo ja se houve e a leitura desse mesmo ficou na
Mesma.......realmente o jardim da minha casa é lindo e confortável,e eu perdi a chave do portão dentro da estante.eu as vejo brilhar mas meus braços são curtos,eu as a pego mas não vejo meus dedos,eu as agarro mas não encontro a verdadeira.eu tremo porque vou sair e as quebro no cadeado.me desculpe
2016.

Julian Maike disse...

Feliz Ano Novo