Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Um...


Ternura... Você não precisa ganhar um ramalhete de flores para ter sentido. Basta um desabrochar... Um abraço , um olhar , um toque, um obrigado, um telefonema, um recadinho no meio do dia, um bombom, um sorriso... Pequenos mimos afetivos que constroem GRANDES relações. 

- Lígia Guerra -


Nenhum comentário: