Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Ficaram presas...



Sim, sim... Confesso que já matei.
Mas foi em legítima defesa!
Atirei contra as lembranças.
As marcas do meu crime ficaram presas no papel.

- Lígia Guerra -




Nenhum comentário: