Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 7 de julho de 2015

Morar contigo...


Eis que a saudade se esconde… 
Mas não muda de casa. 
Ela queria mesmo era morar contigo
Esvaziar-se nesse teu abraço. 

- Lígia Guerra -




3 comentários:

Gugu Keller disse...

Amar é, pois, ser um a dois.
GK

Maresia disse...

Li com atenção e cheguei à conclusão que a minha saudade também não muda de casa.

Parabéns pelo belo poema.

Bell disse...

Ela está inquilina aqui no meu coração =/


bjokas =)