Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 14 de junho de 2015

Aprendi...


Ouvi dizer que ‘o vento não sopra para fazer as árvores dançar, mas para testar as suas raízes’. 

Eu cuido muito bem das minhas raízes… Mas não perco jamais uma boa oportunidade de brincar com o vento. Aprendi que o meu comprometimento com a vida não precisa furtar a minha alegria de existir. 

- Lígia Guerra -


Nenhum comentário: