Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Expres(são)...



Algumas almas são como flores delicadas à mercê dos ventos do Destino. Frágeis, podem ser arrancadas da Terra ao menor gesto da mãe natureza. Mas a sua delicadeza cativa o mundo. Perfumam. Colorem. Alegram. Cantam melodias mudas. Deixam a sua marca independente de expectativas. Indiferentes aos caprichos mundanos, cumprem a sua missão. Existem através da sua melhor expres(são). São! Sem elas, porém, o cenário da vida seria monocromático. 

 A sua alma é assim? 

- Lígia Guerra -


Nenhum comentário: