Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Amor ou Ap(ego)?





Amor: Eu quero a tua felicidade. 
Eu não quero que você dependa de mim.

Ap(ego): Eu quero que a tua felicidade dependa de mim.

Poucos amam verdadeiramente. 
O mundo está carente.
As pessoas não nutrem sentimentos, 
retroalimentam carências. 
Asfixiam-se. Esvaziam-se. Algemam-se. 
Apagam-se e apegam-se. 
Fundem-se em uma noite furtada de estrelas. 

Você sabe quando um casal se ama verdadeiramente quando ambos são sóis, são estrelas. 
Unidos ou separados iluminam a escuridão da vida. 
Espalham luz própria. 
São 2 seres que não precisam se tornar 1.  
Sabem-se amados. 
Possuem conexão independente da distância 
ou da ausência.
Vibram com as diferenças. 
Somam as conquistas. 
Comemoram a individualidade!
São apaixonados pela escolha mútua.
Admiram-se. Jamais tomam posse. 
Ele bebe da fonte dela. 
Ela bebe da fonte dele. 

Não são um do outro. 
Comungam a existência.

- Lígia Guerra -

Nenhum comentário: