Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 2 de março de 2014

Hoje é dia de Faxina...



Hoje é dia de limpar a casa emocional... É dia de abrir as caixas e decidir: Essas lembranças eu quero guardar... Essas alegrias irei retribuir... Essas mágoas jogarei fora... Hoje é dia de esvaziar gavetas... Desfazer-se dos entulhos das lamentações... Dos apegos a tudo aquilo que não volta mais... Das tristezas acerca do que deixou de ser... 

Hoje é dia de abrir os armários e filtrar os sentimentos... De sorrir diante dos objetos que marcaram momentos únicos e incríveis... De se emocionar com fotos que registraram nossas existências sendo bem vividas... De vibrar com os bilhetes de amizade e de amor que felizmente guardamos. 

Hoje é dia de colorir a casa com flores... De ouvir as nossas músicas preferidas e as novas músicas que nos encantam... De dançar e sorrir no meio da sala embalados pelas boas lembranças e pelos mais belos sonhos... De sentir o amor invadir o coração e a paz invadir o lar... 

Hoje é dia de limpar... Organizar... Relembrar... Hoje é dia de decidir o que fica e o que parte... Hoje é dia de escolher com qual parte de nós desejamos ficar... Hoje é dia de comemorarmos o que já fomos, o que somos e o que ainda seremos! 

 - Lígia Guerra -



Nenhum comentário: