Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 17 de março de 2014

Aqueles olhos líquidos...


Aqueles olhos líquidos... 
Continuavam lindos, cativantes e amorosos. Continuavam prendendo a sua respiração. 
Continuavam mergulhando dentro dela. 
Aqueles olhos líquidos... 
 Intuíam a comunicação que os unia. 
 Sabiam que a distância entre eles era mera casualidade. Sentiam que continuavam se comunicando sem nada dizer. Aqueles olhos líquidos... 
Continuavam repousando em suas pálpebras! Continuavam desnudando sua pele e sua alma. 
Continuavam invadindo os seus sonhos. 
Aqueles olhos líquidos. 

- Lígia Guerra -


Nenhum comentário: