Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sábado, 14 de setembro de 2013

Sigo...


Eu não sigo a fraqueza dos desorientados. 
Sigo a força dos homens íntegros. 
São esses que me iluminam. 

 - Lígia Guerra -


Um comentário:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Certa vez, perguntaram ao escultor Michelangelo como fazia para criar obras tão magníficas. "É muito simples", respondeu Michelangelo. "Quando olho um bolho de mármore, vejo a escultura dentro. Tudo que tenho que fazer é retirar as aparas". Existe uma obra de arte que nos foi destinada criar. Ela é o ponto central de nossa vida, e - por mais que tentemos nos enganar - sabemos como é importante para nossa felicidade.
Entretanto, geralmente essa obra de arte está coberta por anos de medo, culpas, indecisões. Mas se nós decidirmos tirar essas aparas,se não duvidarmos de nossa capacidade, seremos capazes de levar adiante a missão que nos foi destinada.
E essa é a única maneira de manter a alegria em nossas vidas.

Bom fim de semana!

Francisco Eluí Ferreira Terres