Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Mulheres às Av3ssas na Rede Globo...

Com a chegada do primeiro filho nascem muitas alegrias, mas também surgem muitas angústias. A necessidade financeira muitas vezes entra em conflito com a necessidade emocional da mãe. A mulher sente que junto com o filho nasceu também um amor incomparável e uma ternura difícil de ser ignorada. O desejo de cuidar, amparar, cuidar e educar se torna por um bom tempo, muito mais forte do que o de retomar a carreira. Nessa hora entra uma importante questão: Retornar ao trabalho logo após a licença maternidade ou tirar "licença" do trabalho por um período prolongado e se dedicar exclusivamente ao filho. Qual a sua opinião sobre esse dilema? Vamos refletir juntos?

- Lígia Guerra- 

 


Um comentário:

Bell disse...

Complicado né?
Mãe tem aquela coisa que ninguém sabe cuidar melhor e igual a ela.
Dai a resistência para voltar ao trabalho.
Mas a necessidade fala mais alto em alguns casos.

bjokas =)