Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 14 de julho de 2013

Acre(dite)!!!



Entoe em alto e bom som os seus desejos. 
Cante cada um deles. 
Crie rimas e cifras. 
Assim como a música, eles tomarão forma no universo. 

 - Lígia Guerra -


2 comentários:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Desejo! Que este mundo mude a maioria das pessoas.
Que todas anseiem em transformar os humanos em pássaros inteligentes.
Para ultrapassar barreiras, preconceitos e sempre superar a indiferença.
E que o amor, junto a paz se transforme por eles até o limite.
E a maior agressão do mundo, tomado pela miséria, seja substituída, pela sensibilidade do olhar pelas mudanças do ontem para o agora.
Que a informação chegue a todos orquestrada pela luz do dia e que no abrir de nossos olhos tudo esteja transformado e que o amor se transforme em nosso legado.
E a você linda escritora, terá sempre um abraço deste seu amado!

Bjos.

FRANCISCO ELUÍ FERREIRA TERRES

Gunnar Hustad disse...

Creative- and different picture - I like!