Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Mulheres às Av3ssas na Rede Globo...

A dor serve para alguma coisa? O sofrimento mental fica lá guardadinho, você pensa que está esquecido, mas ele está lá agindo à surdina, e se você não trabalhar seu emocional, esse sofrimento pode encontrar uma forma de se manifestar, uma válvula de escape. O sintoma. Aos poucos ele vai fazendo o seu corpo ficar doente. Quando a boca cala. O corpo fala!!! As relações entre o corpo e a mente são mais próximas do que costumamos imaginar e os mecanismos inconscientes são muito presentes nesta ligação. Por isso é comum a sensação inicial de que os sintomas “vieram de repente”, “não teve nenhum motivo para que eu ficasse assim”, “não consigo entender o que aconteceu”. 

O sintoma é uma saída que a pessoa encontra para expressar o que ela não consegue falar ou assumir que sente. Todo sintoma traz um caminho para a saúde. Mostra que algo não vai bem e que existem sentimentos velados. A emoção e o sintoma são íntegros. Eles querem que a pessoa reavalie o seu trajeto de vida. Preste atenção! Trate com carinho e respeito as suas emoções. 

 - Lígia Guerra -




Nenhum comentário: