Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 14 de março de 2013

Por quem os sinos dobram...

   
Por quem os sinos dobram? Pela poesia. 
Hoje é o dia dela! 

Escrever não é apenas uma vontade, ninguém simplesmente decide ser escritor. Escrever é deixar a alma falar e os sentimentos fluírem... Permitir o coração sair a galope pela estrada da vida. Escrever é ouvir os cochichos de Deus nos ouvidos do mundo. É provocar sonhos e abraçar desconhecidos com palavras. Fazer o amor chegar a lugares distantes. Aproximar pessoas totalmente diferentes pelos laços das emoções em comum. Escrever é tirar os pés do chão e voar sem sair do lugar. É enxergar de uma forma única e especial aquilo que todos vêem como comum. Escrever é bordar doçura nos retalhos da vida. É deixar a voz dos anjos cantarem pelas pontas dos dedos. 

 - Lígia Guerra -

2 comentários:

Bell disse...

parabéns para vc.

bjokas =)

Margarete Aguiar - Blog Escolhas a Guiar disse...

A poesia aproxima pessoas diferentes pelos laços da emoção. É isso aí.
E você, com sua poesia, é uma conectora sensacional. Um beijo!