Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Motivo...

Esses dias me perguntaram: 
-  Por qual motivo você escreve?
 O que eu respondi? 
- Por qual motivo você respira? 

 - Lígia Guerra - 





2 comentários:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Boa noite!

Escrever e viver são verbos que fazem até renascer.
Como amo incondicionalmente este querido e lindo espaço, onde nada preciso provar.
Quando chego das andança, aquí é por mim o preferido, mesmo em tempos ausente, o futuro é o presente, que não importa o acontecido.
Grande e imenso este universo, onde o longe não existe.
Até parece que entra aqui uma familia e mata toda a saudade, sem se quer nada esperar, isso para mim é AMIZADE.

BJ. GRANDE!

Francisco Eluí Ferreira Terres

Catia Bosso disse...

Isso mesmo. Respirar é como escrever, quanto mais ficamos sem fazê-lo, mais sufocamos e morremos aos poucos...

bjsMeus*
Catita