Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Orar...


Existem dias em que eu choro sem motivo.
Nesses dias sei, sinto e pressinto que 
a minha alma está emocionada,
mais do que de costume, por tudo que 
parece normal, mas que não é.
Ela, na verdade, não não está chorando, está agradecendo.
Agradece por amar e ser muito bem amada.
Agradece por ter a oportunidade de enxergar. 
a natureza linda que a envolve.
Agradece por orar em forma de lágrimas.
Agradece por falar. Criar. Reinventar. Amar. Ser.
Agradece por poder agradecer.
Agradece por poder orar de um jeito incomum.
Agradece  por não saber de Deus,
mas por sentir Deus em toda a sua plenitude. 
Emocionando-se.
Agradece.

Em tempo, chore sempre que sentir dessas vontades.

- Lígia Guerra -

Um comentário:

Geraldo de Lima disse...

Muito lindo, Lígia... Parabéns e obrigado por compartilhar conosco. Cuide-se bem...