Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Jamais...


Que eu jamais acredite no discurso forçado
de que faltam homens no 'mercado’.
O que falta mesmo é amor.

- Lígia Guerra -

2 comentários:

Marisete Zanon disse...

Fato! Amei seu blog! Seguindo-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_...essas são as minhas pegadas...rss. Beijo! Ótima semana pra ti!!!

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

SE FALTA OU SE NÃO FALTA, DEPENDE DE CADA VISÃO.
DAQUILO QUE SE PROCURA, NO INTERNO OU CORAÇÃO.
E QUANDO NÃO SE ENCONTRA O QUE PROCURA E FUGINDO DA REALIDADE.
NA VISÃO DO INFINITO, ONDE NEM CHEGA O TEU GRITO, FALTA TUDO, NÃO SÓ ISSO.
NÃO MUDE O IMPROVÁVEL, NEM O NÃO ACONTECIDO. NEM MESMO O SEGUNDO A FRENTE, POIS AINDA NÃO FOI VIVIDO.
ENCONTRO COM DESENCONTROS,CONTEMPLAM O APRENDIZADO.
ANTES DE ENCONTRAR UM HOMEM, PARA SER SEU NAMORADO, FAÇA DA VIDA UM AMANTE, QUE PROVÁVEL ELE TE ENCANTE.
AI TERMINA A DISCÓRDIA, COM INÍCIO NO INTERESSE, PROVAVELMENTE SERIA NO AMOR, ONDE TEU HOMEM NASCESSE.

Francisco Eluí