Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quinta-feira, 8 de março de 2012

Toda Mulher é Poesia...


Toda mulher sofre de desassossego de alma... Temos a terrível mania de querer dar conta de inúmeras tarefas ao mesmo tempo e com perfeição!

Coração de mulher não bate, suspira!
Suspiramos de gratidão pelos pais quando crescemos e vamos para a vida.
Suspiramos de amor pelo nosso parceiro...
Suspiramos de orgulho pelos filhos...
Suspiramos com os sonhos que realizamos e com aqueles que ajudamos a concretizar.
Suspiramos sempre que transformamos o mundo em um lugar melhor para se viver.

Mulher se escreve com seis letras, mas carrega consigo todo o alfabeto , A de aconchego, B de beijo, C de carinho , D de dedicação, E de esperança, F de felicidade...

Toda mulher conjuga o verbo amar em todas as línguas... E até mesmo em meio aos silêncios descobrimos uma forma especial de conjugá-lo.

Toda mulher tem o perfume do colo de Deus... Colo que acolhe, colo que consola, colo que nutre, colo que protege, colo que aconselha, colo que educa.

Toda mulher dança de rosto colado com a vida, pois sabe que a música do universo embala melhor cada dia vivido.

Toda mulher é mãe, é filha, é paz , é luta, é fé, é força, é poesia...
Somos tantas em uma só...

Somos tantos versos em uma só poesia!

- Lígia Guerra -

Nenhum comentário: