Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 4 de março de 2012

Como é bom receber o carinho do público após as palestras...



Um comentário:

Francisco Elui Ferreira Terres disse...

Bom dia!

Amor e profissão estão sempre na mão.
O sentir, ouvir, curtir, rir, aplaudir e elogiar, pertencem ao nosso coração.
Mas quando amamos o que fazemos !
Aí, Nascem projetos, nos quais para a eternidade viveremos
Sempre sinto ter uma obrigação, vir aquí e escrever e com a LÍgia compartilhar, toda esta boa vida que temos.
Na certeza absoluta, sem interesse em disputa, que é para aprender que nascemos. E nesta alegria intensa, colaboro com os humanos, sem pedir algo ou sentença!
-) Linda semana para nós, e que Deus mantenha sempre a voz de quem melhora o mundo, pois é isso que sempre espero e faço.
E com um gesto simbólico, num testo quase bucólico, aquí vai um grande abraço!

Francisco Eluí