Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Quatro ventos...

Saber que a nossa vida é abençoada é uma dádiva.
Proclamar aos ‘quatro ventos’ a beleza de viver
É ser um pouco Deus dentro da cegueira do mundo.

- Lígia Guerra -

3 comentários:

Eu sei que vou te amar disse...

Quanta verdade em tao belas palavras.
Beijo doce

Quem Casa quer Casa disse...

Lindo Li... Como sempre...
TE AMO

lunarCaffeine disse...

A Song - Vangelis

I would like to write a song
That is so vibrant and so intimate
That the earth would adopt it
As if it had sprung like the stream
From the land's memory
As if no one had written it but life itself
And my song would travel along
From bird to wing, to tree
To breeze to heart to breath to song
Because a song belongs to everyone
Like the spring