Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

QUERO!

Sim, hoje eu QUERO muito seguir 
os conselhos da cantora Maria Gadu...

Ser capitã desse mundo
Poder rodar sem fronteiras
Viver um ano em segundos
Não achar sonhos besteira
Me encantar com um livro
Que fale sobre vaidade
Quando mentir for preciso
Poder falar a verdade...

2 comentários:

Francisco Elui disse...

Fazendo amigos e abraçando a amizade.
Passeio em lugares e me sinto bem a vontade.
Muito embora nem procure encontrar espaço.
Ma onde vivo garanto tudo o que faço.
E quando sinto um olhar que me segura.
Meu coração dispara e perde o compaço.
E assim ando de cidade em cidade.
Trovando a vida e desfrutando a liberdade.
De passo em passo construo o que de melhor a vida tem, que é a amizade das pessoas e o querer bem.
Enquanto descanço venho aqui para este espaço. Onde refaço a esperança do viver bem. Reencontro um doce perfume de flores, e lembra os amores que tanto nos querem bem. Vida sentida que ama e que da carinho, é neste jardim que construo mais um ninho. E assim amanheço em um novo dia, com a certeza que nunca viajarei sozinho

Francisco Elui

Francisco Elui disse...

Nosas verdades, estão todas por ai.
Livres e soltas, para quem quizer ouvir.
Outras verdades não precisam nem ser escritas. Pois elas já estão ditas no olhar e no sentir.
E quem quizer trazer toda a verdade, sinta-se a vontade, coloque neste jardim. É aqui que tudo floresce e junto com as flores cresce um perfume que não tem fim!

Francisco Elui