Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Exalada...


Um homem jamais deve
afirmar que uma mulher foi sua.
Essa certeza só pode ser
exalada do coração da própria mulher.

- Lígia Guerra –

2 comentários:

placco araujo disse...

Tive a sensação de que tinha feito um comentário neste seu texto, mas não estou certo...
Na verdade, mesmo que exalada pela mulher, ela jamais pode ser captada por mais alguém, pois é como se fôssemos um eterno espelho dos nossos desejos e de fato JAMAIS conseguimos chegar realmente no outro...

Podemos ter uma vaga impressão, mas que jamais será confirmada!!!

Beijos, minha menina trav3ssa e tão querida (e tão sumida também)!!!).

Beijos ternos

elias glaucio disse...

Ao homem cabe ajardinar o coração da mulher...