Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Dose dupla...



Hoje eu quero me embebedar com poemas.
Afogar as minhas mágoas em uma dose dupla de amor.

- Lígia Guerra -

4 comentários:

Francisco Elui disse...

Boa tarde!

A ressaca não passa e ela gosta tanto daqui, que vem e fica, transformou este lugar, na casa de veraneio. Não me larga, não me solta e me segura em seu meio.
Descobriu o meu fraco. Devido a isso não resisto. Viajando em todo o Planeta, é para o Amor que sempre me entrego.
Uma semana mágica para você. Como gostaria que viesses me ver.
Como na magia não acontece, continuo a beber.
E no meu anonimato, não fujo de qualquer fato. Venho aquí para sempre ler.

Bjs. Av3ssos.

Francisco Elui

Roberta Lima disse...

Adorei Lígia...

Costumo brincar que a melhor receita do dia é composta de xícaras de poesia, colheradas de prosa, pitadas de boa música, tudo mexido com muito amor e salpicado com doçura.
Sem esquecer de umas doses de loucura, que é para manter a sanidade...rs

Bjks querida av3ssa!

Quem Casa quer Casa disse...

E eu venho me afogar nos seus poemas, para ter mais um dia feliz...
Beijosss

Ari disse...

Eu estou cantarolando
porque você
vocês.