Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Cresça...

Que a gente não se amargure...
Que a gente cresça.

- Lígia Guerra -

3 comentários:

placco araujo disse...

Mais que tudo, amiga mais querida.. que não nos amarguremos..
As pessoas não avaliam o quanto roubam de vida, com as mágoas..
As raivas, até são terapêuticas.
As mágoas matam!!

Um beijo nada av3sso...

Edson

placco araujo disse...

Quem és tu que me lês?
És o meu segredo ou sou eu o teu?

Acho menina, que poucos avaliam os seus segredos.

Talvez porque sejas o segredo universal..

(um dia ainda vou ler todos os seus textos aqui postados, e vou tentar te traduzir... enquanto isto, vou simplesmente sorver o privilégio de te conhecer!!!)


Beijos, nada av3ssos..

Lígia Guerra disse...

Adoro ler os seus comentários, eles me reviram do Av3sso!!!

Bjs