Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Foge de casa...

A gente sempre deve sair 
à rua como quem foge de casa,
Como se estivessem abertos diante de nós 
todos os caminhos do mundo.
Não importa que os compromissos, 
as obrigações, estejam ali...
Chegamos de muito longe, 
de alma aberta e o coração cantando!

- Mario Quintana -

2 comentários:

Ricardo Miñana disse...

Bellas letras de Mario Quintana,
cantar nos alegra el día.
saludos.

Marilia disse...

Mário Quintanda sabe mesmo falar o que nós sentimos...

Beijokas.