Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Estações...

Eu não sou o tipo de pessoa que 
troca de sentimentos como quem troca de roupa.
Quando sinto amor, emoção, felicidade ou tristeza
Aprofundo-me em cada estação da minha alma.
Há períodos em que perco as minhas folhas
E outros em que floresço.

- Lígia Guerra -

4 comentários:

Sayô disse...

Olha eu aqui =D vim agradecer suas doces palavras e sua linda sensibilidade em acolher a alegria infantil q existe no artes... Desejo imensamente que a infância não nos falte. Ela nos salva! Grande beijo querida e volte sempre que sentir vontade de sentar no chão e brincar de pintar e fazer arte, traquinando juntamente comigo. =D Paz e Luz!

Roberta Lima disse...

Lígia...

Como amo teu blog...sempre me faz um bem enorme dar uma escapadinha e espiar teu universo particular...

Bjs querida!

=)

placco araujo disse...

eu acho bonito como você esparge gotas de otimismo e alegria de viver, não só na sua página, onde ela jorra, mas numa legião de coraçõezinhos que te seguem, que você faz questão de sempre fazer um afago...
me sinto um ser especial quando recebo um desses afagos, mas vejo que você é uma fonte de amor...e que cabem muitos coraçõezinhos neste enorme coração amoroso.

um beijo, menina linda...

ValCruz disse...

Bonito seu blog e seus textos.

Estou a seguir-te!

Um beijo e obrigada pela visita!!