Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

domingo, 4 de setembro de 2011

Em resposta...

Já que o meu doce amigo Placco sugeriu 
essa música no meu poema:
SOU...
Eu abraço e agradeço a sugestão.

- Lígia Guerra -

7 comentários:

placco araujo disse...

Eu às vezes vou ao cinema com minha pequena (de 12 anos), e mesmo nos filmes mais bobos.. tem uma hora que eu choro..

Pois eu chorei agora, minha linda..

Um beijo não av3sso... um beijo terno e carinhoso,íntegro e verdadeiro, como tu és!!

Lígia Guerra disse...

Doce Placco,

Você também me emociona muito.
Amo a sua sensibilidade e generosidade, te adotei na minha vida, portanto trate de não fugir, você fará falta com os seus pensamentos e conteúdos. O seu blog (reflexo da sua alma), é uma jóia rara no meio de tanto lixo que tem na Internet.

Obrigada pelo carinho,
Lígia

Quem Casa quer Casa disse...

Concordo que temos tanto lixo na internet, ainda bem que ah pessoas como vcs dois que deixam o conteudo da internet melhor, mais agradavel...

Beijos

Luna Sanchez disse...

Que bonita...Gostei.

Um beijo.

•Ø£hö§ ðë Gµë¡xå • disse...

Olá Lígia, boa noite. Amoo seus poemas, parabéns pela sensibilidade. Sempre passo aqui e sempre me encanta. Bjos tenha uma linda e abençoada semana.

Lígia Guerra disse...

Olá Pensadoras Av3ssas,

desejo uma semana maravilhosa para todas!!!

;-))

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

DÓ RÉ MI FÁ SOL LÁ SI LÍ GIA...

Abraço musical,
Pedro Ramúcio.