Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Labirinto de sutilezas...



O coração da mulher é um labirinto de sutilezas
que desafia a mente grosseira 
do homem trapaceiro. 
Para realmente possuir uma mulher, 
é preciso pensar como ela, 
e a primeira coisa a fazer é ganhar a sua alma. 
O resto, o doce e fofo embrulho 
que nos faz perder os sentidos e a virtude, 
vem por acréscimo.

- Carlos Ruiz Zafón -

Nenhum comentário: