Lígia Guerra

Lígia Guerra
Por que carrego doçura na alma e asas nos pés?
Porque sinto a vida além do óbvio.
Porque enxergo sol em dias de chuva.
Porque amo até mesmo o desamor.
Porque acolho cada gesto com os braços do coração.
Porque perfumo o caminho das estrelas.
Porque componho alegria na poesia da tristeza.
Porque desejo colorir a vida com olhos de fé!

- Lígia Guerra -

sábado, 2 de julho de 2011

Não dói...

Tô pagando pra ver sim, 
tô com a cara exposta sim,
e pode doer o quanto for, 
podem maldizer o quanto for,
o sorriso que eu levo hoje 
apaga todos os outros rastros.
Eu aprendi, aos trancos, 
que ser feliz não dói.
Ser feliz não dói!


- Tati Bernardi -

Um comentário:

Krnc disse...

çok güzel bir şiirmiş,çok beğendim:)